Diário de bordo – Nova York – 4 dia

Depois do café, pegamos o metrô e seguimos sentido South Ferry, descemos novamente na Christopher St Sheridan Sq, eu já tinha ido no dia anterior, mas fui apresentar o SoHo pra Lu.

Antes de mais nada fomos na esquina da Bedford St com a Grove St, por esse nome talvez vocês não conheçam, mas são nessas ruas que fica o famoso prédio do F.R.I.E.N.D.S. Pra quem não sabe sou viciado na série e não tinha como perder essa visita.

Depois continuamos o passeio de volta para a Bleecker St, que falei no post anterior.. toda aquela região do Washigton Square Park, ect.

Seguimos para o bairro vizinho, o Little Italy. Um bairro muito charmoso e todo envolvido na cultura italiana, os restaurantes, as lojas, as padarias.. eu ainda não estive na Itália ainda, mas acredito que nesse bairro da pra você desapegar um pouco de Nova York e fazer essa viagem à Europa.

Tinha visto na internet uma indicação de um restaurante, o Da Nico Ristorante, que achamos até meio que sem querer, fomos nos enfiando nas ruas e quando reconheci o nome, nos arriscamos a entrar. E mandamos bem. Você vendo as mesinhas na frente da até vontade de ficar ali na rua, mas não se engane, vá até o fundo do restaurante que tem um jardim muito bonito com varias mesas, árvores, em um ambiente muito agradável. Como é um italiano, claro que o forte são as massas, peça sem medo qualquer uma delas e bon apettit! O custo médio por pessoa é de $17 com bebida e taxas.

20110823-064309.jpg

De lá, a Lu seguiu pro hotel e eu continuei a visitar alguns pontos que queria conhecer. Desci na estação 23 St (N-R) e já sai de cara do Madison Square Park. Um parque muito lindo e onde são gravadas varias cenas de filmes famosos. Nele também fica o Shake Shack, literalmente a melhor hamburgueria de Nova York, na fila de espera você pode aguardar por até 2 horas para poder saborear o ShackBurger, mas falarei dele em um outro post .

Nesse parque você encontra facilmente muitos esquilos brincando e alguns até trepando.. hehehe.. na árvore. Olha as mentes poluídas. Hahaha. Lá dentro mesmo fica o Bridget Garden.. um playground muito grande que fica cheio de crianças por volta das 4pm. Ahh outra curiosidade: como aí no Brasil, eles também estão voltando as aulas, então tudo está muito cheio na cidade, pois essa é sua última semana de férias. Ainda andando pelo parque tem uma escultura muito interessante – tipo você olha ela de lado é apenas uma pedra branca, mas quando você olha ela de frente ela vira um rosto, meio que em 3D.. doidera, vou pesquisar o nome dela e depois posto aqui. Lá também tinha uma modelo fazendo algumas fotos pra um editorial de moda (isso é muito comum por aqui).

Do outro lado da rua tinha o Eataly. O maior mercado segmentado que eu já vi na vida. Ele não é grande, nem enorme, ele é imenso. O Eataly é um mercado italiano que tem de tudo, massa, peixe, molho, carne e tudo mais que você pode imaginar da cultura italiana.. parece de longe um shopping, só que de comida. Ali mesmo tem vários restaurantes e se você tiver por lá na hora do almoço, eu super indico parar pra comer. É só pegar um vinho ali na gôndola mesmo que eles dão as taças para você beber.

Continuei na Madison Ave., que tem algumas lojas legais e também uma das maiores lojas da Wallgreen’s, outra farmácia que mais parece um super mercado. Dei um tempo na Starbucks, com o Frappucino Chocolate.

*Curiosidade: todas as Starbucks tem acesso free a internet, então as vezes sai mais barato você comprar um café do que pagar pela internet por aqui*

Voltando.. Sai da Madison Ave. e fui pra Ave. of the Americas (6th) dali é legal que você indo sentido updown tem varias lojas legais e passa tão rápido que você nem percebe que esta andando tanto (sim, aqui você anda demais) por fim encontrei uma loja que eu estava procurando que é a Jack’s Stores.. a idéia inicial é de tudo por 0.99 centavos de dólar, mas não é bem assim.. Ela se tornou uma espécie de lojas americanas aí do Brasil tem de tudo, comida, produto de limpeza, material escolar, essas coisas.. mas vi pouca coisa por 0.99 cents. Se quiserem irem só por curiosidade (como eu) podem ir, mas se não for também não vão perder nada.

Do outro lado da rua fica o JCPenny que é um shopping meio “povão” daqui, apesar de ter Sephora, Victoria’s Secret.. também não vale a visita.

Subindo um pouco mais a avenida nos deparamos com a Broadway & 34st onde de um lado tem outra mega loja da Victoria’s Secret e do outro lado a Macy’s que é a maior loja de departamento acho que dos EUA. Tem todas as grifes lá, mas todas mesmo.. Desde Fóssil a Louis Vuitton, não é tão barata, mas vale conhecer e as vezes tem umas Sales que você pode pegar até 60% off em algumas marcas.

Continuando na 34st você encontra também o Madison Square Garden que é de tudo, casa de shows, acontecem os torneios de basquete e tudo mais. Uma espécie de ginásio do ibirapuera, só que em maiores proporções.

Anexo está a PennStation que é uma estação bem grande e que faz conexão até com cidades vizinhas. De lá mesmo peguei o metro de volta pro hotel pra dar uma descansada.

Depois do cochilo, descemos e fomos andar pela 42st, foi quando entramos na Applebee’s para jantar. A Applebee’s daqui é bem diferente da do Brasil. O forte também são as Ribs (costelas com barbecue), mas a cara do lugar é muito mais young, mais divertido. Ficamos em uma mesa ótima, com vista pra Times Square.. eu continuei na cerveja e a Lu foi de margarita ($14) que vem quase 1 litro.. Hahaha, barato né? Pra comer pedimos o mesmo prato o Shrimp’n Parmesan Sirloin ($27), que é sensacional! É uma carne maravilhosa com camarão no molho de parmesão e um purê de batata. Muito bom e alimenta uma pessoa, se comer pouco, até duas.

Dali terminamos o dia no blues, aquele que tínhamos ido no dia anterior: o B.B. King. Foi muito divertido e o povo daqui canta muito, mais muito mesmo. So nice.

Vejo vocês no 5 dia. See you!

Comentários

Você pode gostar

0 Comments

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. * Campos obrigatórios.

Você pode usar estas tags HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>