Vai para Buenos Aires? Informações para o planejamento

Eu já tinha até escrito o primeiro dia do diário de bordo da minha viagem para Buenos Aires, mas acredito que se eu separar por categorias, restaurantes, passeios, hotéis e o que fazer em cada bairro, o conteúdo ficará muito mais prático e fácil para você planejar sua viagem a Buenos Aires.

Primeiro vou listar algumas considerações importantes – e talvez imprescindíveis – para você começar seu planejamento:

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

DDI: +(54)11

Informações turísticas em Buenos Aireshttp://www.bue.gov.ar/

Embaixada Brasileira em Buenos Aires: A embaixada fica na Calle Cerrito, 1350. Telefone +(54)11 4515 2400. O atendimento é de segunda a sexta das 9h às 18h – http://buenosaires.itamaraty.gov.br/es-es/

Atendimento ao turista: 0800 999 2838

Fuso horário: A mesma coisa que no Brasil, exceto pelo horário de verão. Neste período conta-se 1 hora a menos do horário de Brasília.

Documentos: Não é necessário passaporte. A Argentina faz parte da união Mercosul e por isso a entrada no país é permitida com sua identidade (RG). Não vale carteira de habilitação nem a funcional, ok?

Quantos dias ficar: 4 dias inteiros é o suficiente. Neste período você pode fazer todos os passeios turísticos, incluindo show de tango e compras.

Idioma: O espanhol é a língua oficial, mas nosso portunhol está super em alta por lá, então vá sem medo, mesmo que não fale nadica de nada.

QUANDO IR:

Buenos Aires possui “bons ares” o ano todo. Fica a seu critério se prefere pegar aquele calor – tipo, muito calor MESMO – recomenda-se o verão. Se quer pegar aquele friozinho, de mínimas abaixo de 10ºC, vá no inverno. Ou você pode unir o útil ao agradável e ir durante a primavera e o outono, pois além do tempo estar ótimo para passeio, você também não está em alta temporada e consegue preços mais agradáveis também.

COMO CHEGAR:

Existem voos de São Paulo operados pela Aerolíneas Argentinas, TAM, GOLLAN, A Pluna, também leva, mas fazendo escada em Montevidéu. Buenos Aires fica a 2h40 minutos de São Paulo.

Dica: Além de consultar os horário de voos no site das companhias, vale também usar comparadores de preços como Decolar.com, Submarino Viagens e ViajaNet. Existem outras, porém considero essas as principais.

AEROPORTOS EM BUENOS AIRES

Existem dois aeroportos em Buenos Aires. Verifique se você vai descer em Ezeiza (EZE) a 50 minutos do centro ou no Aeroparque (AEP) a 10 minutos do centro. Desembarcando, existem várias opções de transfer:

Táxis – o mais tradicional e cômodo, custa por volta de R$65. Verifique o valor em pesos da empresa Taxi Ezeiza. Eu tinha um taxista indicado lá, então quando cheguei ele já nos aguardava. Fechamos este mesmo valor.

Remis – um carro com chofer, que aceita cartões de crédito.

Ônibus e Microônibus – operados pela empresa Manuel Tienda León

Todas essas opções, estão no saguão de saída do aeroporto, então não se desespere e veja o que fica melhor para você.

CÂMBIO

Não posso postar o câmbio peso-real, pois a inflação está super instável na Argentina, então a informação de hoje, será velha amanhã. Você pode consultar a cotação no Dolar Hoy.

Apenas para ter uma média e fazer suas contas, você deve pegar os valores em pesos e dividir por R$2,30. Exemplo: se você achou aquele tênis que tanto queria por $380 pesos, em real ele custaria R$165. Pode levar..rs

SEGURO SAÚDE

Diferente de uma viagem a Europa, na Argentina você não precisa de um seguro saúde obrigatório para autorizarem sua entrada no país.

SEGURANÇA

Buenos Aires é uma cidade grande, e como em toda cidade grande existe de tudo, inclusive os trombadinhas e os nóias – apesar de não ter visto nenhum em BsAs. Por segurança evite ficar fotografando em lugares com pouco movimento, e dobre sua atenção ao fotografar lugares com muito movimento. Pense que você deve tomar os mesmos cuidados que você tomaria na nossa Praça da Sé, por exemplo…rs.. parei, não é bem assim.. aliais, é sim. Juízo heim?

Pronto, agora você já tem o básico para programar sua viagem a capital portenha. Nos próximos post vou trazer informações sobre passeios, restaurantes e hotéis em Buenos Aires.

*Atenção: Considere todos os valores deste post em Abril/2012, por causa da inflação argentina é necessário que você cheque todas as cotações*

Comentários

Você pode gostar

1 comment

  1. 1

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. * Campos obrigatórios.

Você pode usar estas tags HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>