Diário de bordo – Nova York – 3 dia

No terceiro dia estávamos mais acostumados com a “cultura” daqui e já conseguíamos não cair nas “armadilhas para turistas”. A exemplo dia foi o café da manhã no Mama’s, que fica literalmente na frente do hotel, tem uma comida maravilhosa e é cheia de brasileiros, assim você não sente tanta falta de casa e sabe que esta em um ambiente “conhecido”.

Eu mesmo pedi um suco de laranja e um croassaint com ovo e queijo (por falar nisso, que queijo é esse de NY? Muuuuito bom), por $8. Depois do café da manhã seguimos pro Rockfeller Center, caminhando pela 8Th ave., paramos na mais famosa cupcakeria de NY, a Magnolia Bakery.. 2 cupcakes por $3, que coisa maravilosa é essa? O mais tradicional e o que tem mais pedidos são os de Baunilha, mas é impossivel ver um de chocolate e não pegar também. Super indico.

Chegando no Rockfeller Center, que é anexo a NBC, subimos no mirante Top of The Rock.

Que vista.

20110822-105309.jpg

NY já é linda de baixo, lá de cima é muito mais linda.. E esse mirante te da uma vista de 360 graus de toda a cidade, lá de cima é possível ver toda a área do Brooklin, New Jersey, Roosevelt Island, Queens e The Bronxs. Simplesmente sensacional, inexplicável e maravilhoso. Vale o passeio.

Seguimos para um passeio um pouco mais cultural, o MoMA (Museu Metropolitano de Arte Moderna) e sinceramente? A não ser que você goste muito de arte, o passeio pode se tornar uma coisa meio parada e sem graça. Mas se você gosta, vá em frente, tem Cezanne, Salvador Dalí entre outros artistas mais moderninhos. Ahh a dica é pegar o aparelho que faz as traduções e explica as obras, disponível em varias línguas, menos em português.. Hahaha.

De lá fomos fazer o circuito 5Th Ave. (ja tinhamos ido no prmeiro dia, mas agora fomos com mais calma, mais para conhecer mesmo) muitas grifes comoTiffany & Co., Bvlgari, Louis Vuitton, Van Cleef & Arpels, Gucci, Prada e por fim paramos e entramos na Apple Store.

Amazing! Os atendentes super atenciosos, explicam tudo, dão dicas e tudo mais. Mas falando no que interessa, são muitos iPads, iPhones, iMacs, e acessórios juntos! Super rápido pra comprar seu gadget.. eu mesmo comprei um iPad2 32GB branco.. (estou escrevendo nele agora.. hehehe), um SmartCover preto de couro e também um fone de ouvido que eu estava precisando pro meu iPod. Muito boa a sensação de você sair da loja da Apple com suas compras. Vale a visita, mesmo se não for comprar nada.

Isso já era umas 3pm e estávamos com muito fome e fomos conhecer outro restaurante por indicação. O Brooklyn Diner que fica na 57th St entre a Broadway e a 7th Ave., uma hamburgueria meio que tradicional, mas não vi nada demais, tipo é enorme e tals, mas achei cara e “sem graça” perto do Sheik Shack, que vou falar em outro post. Lá o combo há burguês, batata e refri refil saiu por $25 por pessoa.

De lá a Lu estava um pouco cansada e decidiu voltar pro hotel, dai fui dar um de “andarilho” e continuei a explorar a cidade. Peguei o metrô para conhecer o bairro West Village e desci na Christopher St para conhecer a Bleecker St. Onde tem algumas lojas famosas como o Five Guys (concorre ao melhor hambúrguer de NY), outra loja do John’s Pizzeria (falei nesse post), Faiccos (uma loja com tudo o que você pode imaginar de és ecoarias italianas), a Rocco’s que tem o legítimo calzoni italiano e super famoso por aqui, a Bleecker Records que tem vários cds,mas o forte mesmo sao os discos de vinil.

Seguindo a rua ainda tem a CVS, uma outra rede de farmácias enorme por aqui, vários, vários e vários bares super descolados e que da pra perder uma tarde inteira nas mesinhas do lado de fora. Comprei um froozen na Pinkberry, que a nossa Yogoberry aí no Brasil, super legal.. tipo custa $6 e você pode escolher 6 toppings.. peguei o de Mango, so great, muito bom. Continuando pela Bleecker você ainda passa pela The Bitter End que é um club de jazz, onde começou o Bob Dylan.

Já acabando o Village parei no Washigton Square Park.. esse é um parque super tranquilo e muito freqüentado pelos alunos na New York University, que fica em toda a redondeza por ali. O dia estava tão quente que tinha um pessoal tomando banho na fonte central do parque. Sim, em NY também tem os pobre loco.. hahahahaha. De lá segui sentido SoHo, onde também tem várias lojas famosas e a dica é começar na Spring St ir até o fim e voltar pela Prince St. De lá fui pra Broadway que ainda tem mais lojas e muitos restaurantes, parei na H&M comprei algumas coisas que estavam em promoção, e continuei descendo aé a Canal St (a 25 de março nos New yorkes), mas já estava muito cansado e voltei pro hotel de metrô. Esse passeio na Canal St eu fiz outro dia que ainda vou contar com detalhes.

Depois de um merecido descanso e de banho tomado, fomos procurar um lugar pra comer e achamos um dos melhores, se não o melhor, de toda a viagem: o Haru. Um restaurante japonês super jovem e cheio de charme, pedimos uma garrafa de Chardonnay (Rodney Strong) $39 pra celebrarmos a noite. A comida estava espetacular. Super indico esse restaurante, da próxima vez voltarei nele com certeza. O gasto médio foi de $60 por pessoa, com garrafa de vinho.

Continuamos pela Times Square (que parece de dia de tão iluminado que é), e ficamos assistindo os artistas de rua, inclusive um deles, pegou a Lu no colo para tirarmos a foto.. hahaha. Demos uma entrado há rápida do Hard Rock Café, mas nem bebemos nada e de lá fomos para um blues club chamado B.B. King que fica aqui na rua de traz. Tinha um pessoal super animado dançando salsa.. Muito divertido, mas ficamos pouco. Não satisfeitos com a quantidade de coisas que fizemos naquela coisa, ainda páramos no Chevys, um mexicano que tem um Margarita Gigante por $9, hehehe obvio que páramos e bebemos.

No começo da madruga ainda páramos em uma Duane & Rade (farmácia-market) e compramos Haagen Daz, em picolé.. muito bom, só $2.5.

E por fim voltamos pro hotel. Assim acabou nosso terceiro dia desse diário de bordo. See you! Comentem!

**Curiosidade: Essa semana foi o casamento da Kim Kardashian e aqui não se fala de outra coisa, na TV é só sobre o casamento, nas bancas.. em tudo. Além reality show The Kardashians que passa comercial de 5 em 5 minutos. Será que o príncipe Willian e a Kate, perdem o posto de casamento do ano?**

Comentários

Você pode gostar

0 Comments

  1. 1
  2. 2

    Véi, highlights: comida, hard rock, B B King e salsa.
    Só isso já me deu uma puta vontade de tá aí junto.
    Tira muitas fotos aí pra nóis ein.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. * Campos obrigatórios.

Você pode usar estas tags HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>